teatro de rua, palhaços, animações de aniversários infantis, montagem de espetáculos, oficinas, assessoria cultural, palestras, produção de eventos e muito mais.

28 de setembro de 2011

Matéria sobre o Escambo publicada no jornal O MOSSOROENSE

Movimento Escambo livre de cultura pode chegar ao fim após 20 anos de atuação


  

Escambo_de_CulturaO Movimento Escambo Popular Livre de Rua, criado em 1991 na cidade de Janduís, interior do Rio Grande do Norte, pode chegar ao fim após duas décadas desenvolvendo atividades culturais pelo estado.


O Escambo surgiu com o objetivo de promover uma discussão social entre os grupos culturais de rua e a comunidade, mas de acordo com o articulador do Movimento, Lindemberg Bezerra, atualmente muitos grupos participantes do projeto não têm demonstrando interesse em intensificar essas discussões. "Hoje existe uma certa acomodação de alguns grupos, que associam o Movimento a um festival, e o Escambo não é isso. 

Nós realizamos espetáculos de ruas, mas nossa principal intenção é discutir políticas públicas para o artistas de rua, e só não houver engajamento, cada grupo vai seguir o seu caminho", alerta.

A definição do fim ou não do Movimento acontece no próximo encontro do Escambo, que será realizado na cidade de Carnaúba dos Dantas, entre os dias 30 de setembro e 02 de outubro. "O próximo encontro após o de Carnaúba dos Dantas está agendado para novembro, em Pernambuco, durante o 9° Festival de Teatro de Rua de Recife, mas poderá não acontecer, dependendo do que for definido a partir do dia 30 de setembro. O Movimento já resiste há 20 anos, sempre se renovando. 

Não esperávamos chegar tão longe, com tantos grupos, e com uma renovação constante, por issoestamos buscando o comprometimento dos grupos com a comunidade. Se o Movimentoresistiu até hoje, é possível resistir ainda mais", deseja Lidemberg Bezerra.

Em Carnaúba dos Dantas, município escolhido para sediar a 31ª edição do Movimento, 200 artistas desenvolverão atividades culturais durante os três dias em que o Escambo movimentará o cenário cultural da cidade. "É uma programação aberta ao público, e sempre vemos uma participação ativa da comunidade",conta Limdemberg Bezerra.

Além das apresentaçõescukturais, o Escambo de Carnaúba dos Dantas também será palco de debate a respeito das políticas públicas para os artistas de rua. "Nesse encontro, nosso foco será o debate sobre políticas públicas para os grupos culturais, mas também haverá os espetáculos, com cerca de 20 apresentações, englobando teatro de rua, dança, cinema, fotografia. Na oportunidade, também será elaborado um documento, que encaminharemos aos governos do estado e federal, solicitando a execução de políticas públicas que contemplem nossos artistas", enfatiza o articulador do Movimento.

A 31ª edição do Movimento contará com apresentações de grupos de outros estados do nordeste. "São grupos de Pernambuco e do Ceará, mas hoje o Escambo já atinge 70% dos estados brasileiros, com 80 grupos espalhados pelo Brasil", conclui Lindemberg Bezerra.

Maricelio Almeida
maricelio_almeida@hotmail.com

Nenhum comentário: