teatro de rua, palhaços, animações de aniversários infantis, montagem de espetáculos, oficinas, assessoria cultural, palestras, produção de eventos e muito mais.

27 de dezembro de 2016

Fundação José Augusto fecha o ano devendo a grupos e artistas

A Fundação José Augusto fecha o ano de 2016 com dívidas não pagas a grupos, artistas e produtores do Rio Grande do Norte.

Atividades realizadas em março referentes ao dia da poesia e dia do teatro se acumulam em processo de R$ 1.500,00, R$ 3.000,00 e até R$ 4.500,00. Dívidas com a Cia. Arte e Riso de Umarizal/RN e Cia. Ciranduís de Janduís/RN se arrastam.

Além dos processos de atividades culturais há ainda pendências relativas aos Pontos de Cultura. Há projetos que não receberam a segunda parcela e outros aguardam a terceira e última parcela de um convênio ainda de 2008.

Segundo Isaura Rosado, atual presidenta da Fundação José Augusto, há uma dívida de mais de R$ 2.000.000,00 (Dois Milhões) o que inviabilizou muitos pagamentos e todas as despesas ficarão em restos a pagar pra 2017.

“Isso me preocupa muito e infelizmente não conseguimos quitar todas as dívidas este ano. Alguns processos foram pagos graças à boa articulação com o Secretário Estadual de Planejamento. Vamos buscar a solução pro restante”. Enfatiza Isaura Rosado.

Nenhum comentário: